leoeosseus

Wednesday, 21 June 2017

Pan e auga


Eu non son muito de dar cartos aos mendigos. Doulle algo á xente que fai algo, que toca música, fai malabares ou é un mimo ben feito. E así pasaron anos que miraba case a diario ao mendigo da foto e nunca lle dei nada. Houbo unha vez que o mirei na caixa do supermercado comendo pan e esperando para pagar ese pan e unha botella de auga e ese día foi o primeiro que lle dei algo. Onte volveume a pesar o mesmo con outro que comía pan e bebía auga na porta do supermercado e volvín soltar a galiña.
Non sei; pero estar a pan e auga sóame extremo. Como o que pasou Salvador Alvarenga cando estivo á deriva no Pacífico 438 días e que foi bastante pior.

Labels: ,

1 Comments:

At 23/06/2017, 21:30 , Blogger Elvira Carvalho said...

Eu dou, sempre que poso e vou sozinha. O marido clama que há alguns que andam a pedir e têm mais do que nós.Mas eu não os conheço e fico sempre na dúvida.
Abraço

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home